Domingo 18 CdH

P. 49. Que importância tem, para nós, a ascensão de Cristo?

R. Primeiro: ele é, no céu, nosso Advogado junto a seu Pai. Segundo: em Cristo, temos nossa carne no céu como garantia segura de que ele, como nosso Cabeça também nos levará para si como seus membros. Terceiro: ele nos envia seu Espírito como garantia. Pelo poder do Espírito, buscamos as coisas que são do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus, e não as coisas que são da terra.

Leitura: Atos 1, 1-11
Texto: Domingo 18

Irmãos,

Hoje vamos meditar sobre a Ascensão de Jesus Cristo ao céu. Depois da sua ressurreição Cristo ficou ainda 40 (quarenta) dias aqui na terra. E depois destes quarenta dias ele subiu ao céu. Por isso a igreja de Cristo celebrava antigamente, depois desta quarentena: o dia da Ascensão. Quarenta dias depois da Páscoa. Por quê? Por que quarenta dias? Nós não sabemos. Mas em todo caso este período foi o bastante para mostrar aos apóstolos que Jesus Cristo estava vivo; e também para instruir os apóstolos para o trabalho que viria. Jesus usou esta quarentena para falar aos seus alunos das coisas concernentes ao Reino de Deus. Ele os preparou para o futuro, para as coisas que iam acontecer depois destes quarenta dias. Ele conquistaria o mundo pelo seu Espírito e pelos apóstolos. Ele estabeleceria o Reino de Deus na terra.

Foi muito difícil para os apóstolos entender isso totalmente; mudar de ideia sobre o Reino de Deus. Eles sempre pensavam que o Reino de Deus seria um Reino terrestre, como o Reino de Davi. Um reino, com um rei que moraria em Jerusalém, em seu palácio. Governando Israel. Jesus seria o rei que iniciaria a rebelião contra os Romanos, que invadiram Israel. Jesus venceria e conquistaria todo mundo. Essa foi mais ou menos a ideia dos apóstolos.

Podemos sentir isso quando, no último dia, eles perguntaram a Jesus Cristo: Senhor, será... Para ler mais, clique aqui.