Leitura: Domingo 48B CdH

Texto: Efésios 4, 7-16

 

Queridos irmãos em Cristo Jesus,

Mais uma vez vamos dar atenção à segunda petição da oração “Pai Nosso”: Venha o teu Reino. Domingo passado já tratamos essa petição pela primeira vez e observamos que essa petição tem vários aspectos. Quando oramos “venha o teu reino”, devemos pensar na obra da regeneração do Espírito de Deus em nossa vida.

 

Venha o teu Reino! Isso quer dizer: Na minha vida; no meu coração!

Venha o teu Reino! Quer dizer também: em nossa igreja!

Venha o teu Reino! No mundo perverso;

Venha o teu Reino! Até no céu!

 

São quatro aspectos do reino de Deus. O reino de Deus deve se manifestar:

1) no meu coração;

2) na nossa igreja;

3) no mundo em redor de nós;

4) e até no céu.

Hoje vamos falar sobre o segundo aspecto: venha o teu reino na nossa igreja!

O nosso Catecismo abre os nossos olhos para este aspecto, porque ele diz no seu comentário: “Governa-nos por tua Palavra e por teu Espírito de tal maneira que, cada vez mais, nos submetamos a ti”. Esse é o aspecto particular do reino de Deus. Mas ele fala também sobre o aspecto eclesiástico do reino de Deus, dizendo: “conserva e aumenta tua igreja”.

Prestem atenção que o catecismo diz: “conserva e aumenta a tua igreja”. É bom observar isso. A igreja é de Cristo!! Nós somos de Cristo! O primeiro aspecto já mostra isso. A igreja somos nós! E nós somos ungidos pelo Espírito de Cristo. Isso quer dizer: o Espírito de Cristo habita em nós; somos de Cristo, pertencemos a Cristo.

O Artigo 27 da Confissão Belga fala sobre a igreja e diz: Cremos e confessamos uma só igreja católica ou universal. Ela é uma santa congregação e assembléia dos verdadeiros crentes em Cristo, que esperam toda a sua salvação de Jesus Cristo, lavados pelo seu sangue, santificados e selados pelo Espírito Santo... Para ler mais, clique aqui.