T: Apocalipse 12,5 + Salmo 2

L: Mateus 2, 1-12

 

Queridos irmãos em Cristo Jesus,

 

Hoje é o dia em que quase todo mundo comemora o dia de Natal.

Todo mundo canta: “Noite de paz, noite de amor. Tudo dorme em derredor”.

O dia de Natal é um dia de paz, um dia de alegria e de felicidade.

Os irmãos se reúnem em paz na igreja; as famílias se reúnem em paz em casa.

Até nos lugares onde há guerra, os partidos param de lutar por um dia para comemorar o dia de Natal. Noite de paz, noite de amor. Tudo está em paz.

Havia paz na manjedoura, porque o menino Jesus estava dormindo;

Havia paz ao redor da manjedoura, porque José e Maria estavam felizes;

Havia paz nos campos de Belém, onde os pastores estavam vigiando;

Havia paz no céu, onde os anjos estavam cantando;

Tudo estava em paz.

Tudo? Realmente tudo? Não! Não tudo! Ap. 12,4, falando sobre Natal, diz:

O Dragão se deteve em frente da mulher, que estava para dar à luz, a fim de lhe devorar o filho quando nascesse...

Na escuridão do Natal, vivia uma criatura invisível;

Havia um espírito do mal ao redor de Belém;

Um demônio que não tem paz no coração;

Ele só terá paz se o menino for morto.

Ele tem medo deste menino.

Porque este menino nasceu para governar com o cetro de ferro;

Este menino nasceu para destruir a antiga Serpente, o Diabo, o Satanás.

Ele nasceu para fazer a guerra;

“Nada de paz, nada de amor, tudo morre em derredor”.

Haviam soldados em Jerusalém;

Eles estavam limpando as suas armas,

Esperando a ordem para buscar O rei dos Judeus e matá-lo!

O Espírito do mal se deteve em frente da mulher, que estava para dar à luz,  a fim de lhe devorar o filho quando nascesse...

 

A GUERRA NOS CORREDORES DE NATAL

  1. A GUERRA AO REDOR DO NASCIMENTO DO CRISTO;
  2. A GUERRA AO REDOR DO CRESCIMENTO DE CRISTO;
  3. A GUERRA DEPOIS DO ARREBATAMENTO DE CRISTO;

 

Irmãos,

Apocalipse 12, 5 diz: Nasceu-lhe, pois, um filho varão, que há de reger todas as nações com vara de ferro. Este texto fala sobre o nascimento do Messias e sobre o destino dele: ele governará todas as nações.

O anjo já disse coisa semelhante à Maria (Lucas. 1, 31):  Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus; Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; Ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim. Mas o texto em Apocalipse 12 nos oferece um detalhe interessante. O texto diz: ele governará todas as nações com vara de ferro.

Essa ‘vara de ferro’ é uma palavra chave que vem do Salmo 2. O Salmo 2 é um salmo profético. Contém uma profecia sobre o futuro. Sobre o Messias, sobre o Cristo. O Salmo 2 é um dos salmos mais citados no NT, apontando Jesus como o Messias. (Mt. 3,17; 17,5; Atos 4,25-27; 13,33; Rom 1,4; Hb. 1,5; 5,5; Apoc. 2,26-27; 12,5; 19,15). De acordo com o Novo testamento, podemos dizer que o salmo fala sobre o Messias, sobre Jesus Cristo. Ele é o filho, que merece a vara de ferro. O salmo se cumpriu na sua época. O início do Salmo fala sobre a guerra nos corredores do Natal:

 “Por que se enfurecem os gentios e os povos imaginam coisas vãs?

Os reis da terra se levantam, e os príncipes conspiram!

Contra o Senhor e contra o seu ungido, dizendo:

Rompamos os seus laços e sacudamos de nós as suas algemas”.

O salmo está dizendo que os reis estavam fazendo planos, conspirações... Contra o Senhor e o seu Cristo. Eles não querem se submeter ao Cristo. A história de Jesus confirma isso. Porque quando Jesus nasceu, apareceu uma estrela no céu. Esse foi um sinal, que chamou a atenção dos magos. Eles observaram este sinal e foram buscar ‘o grande rei dos Judeus’. Chegaram em Jerusalém e contaram toda história ao rei Herodes, O Grande. Herodes conhecia as antigas profecias, e reagiu conforme se disse no salmo 2. ...Para ler mais, clique aqui.