A paz do Senhor é um fruto do Espírito Santo

Texto: João 14: 27

 

“Paz do Senhor”, irmão! Regularmente ouvimos esta expressão nas ruas e nas conversas. Muitos evangélicos usam essas palavras. Quase funciona como o ‘chibbolete’ de Juízes 12,8, pois quem não usa esta expressão “Paz do Senhor”, ele não é considerado como ‘um bom crente’ por alguns evangélicos.

[Já falamos uma vez num estudo bíblico sobre o uso dessa expressão e na semana passada nós falamos de novo sobre isso no treinamento.] Concordamos que uma pessoa pode usar esta expressão, mas deve usar sinceramente e não por costume. Pois observamos que muitas pessoas usam a “Paz do Senhor” sem pensar. Elas dizem “Paz do Senhor”, mas não entendem o que estão dizendo.  Quem usa, deve saber o que esta expressão quer dizer! Por isso quero pregar sobre a paz do Senhor, que encontramos em João 14: 27 onde o Senhor diz:

“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou;

Não vo-la dou como a dá o mundo.

Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”.

E tenho mais um motivo para pregar sobre isso, pois vivemos num mundo que facilmente fala sobre paz, mas também não sabe o que isso quer dizer. Penso no fim do ano: na época de Natal e na semana depois do Natal. Em todo canto do mundo as pessoas cantam os cânticos de Natal: o cântico dos anjos é ouvido até nas ruas “Paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem”. E no fim do ano, no dia do Ano Novo todo mundo se encontra e fala um ao outro “Feliz ano novo! Paz seja convosco”. Mas será que todo mundo entende o que está dizendo? No dia de Natal houve paz na terra, mas muitas vezes esta paz é uma paz ‘armada’...Para ler mais, clique aqui.

Nós usamos cookies!

Ao utilizar este site, você concorda que este site coloca cookies no seu dispositivo. Um cookie é um pequeno arquivo de texto que o site usa para fazer a função do website e tornar sua visita eficiente.

Clique no contrato para um site totalmente funcional ou veja os detalhes na página de detalhes antes de concordar.