Skip to content

Berichten getagd ‘Amós’

O arrependimento de Deus no contexto da aliança

Texto: Amós 7, 3

Leitura: Amós 7, 1-9

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Nos versículos 3 e 6 do capítulo sete de Amós lemos sobre o arrependimento de Deus. Deus preparou uma praga para castigar Israel, mas o profeta suplicou para que não fizesse isso. Então, o Senhor se arrependeu disso e disse: não acontecerá.

A pergunta é: como é possível? Deus pode se arrepender de alguma coisa? A Bíblia não disse que em Deus não pode existir variação ou sombra de mudança? (Tiago 1: 17) Ele não é imutável? Então como é possível que Deus se arrependeu e disse: não acontecerá?  Vamos dar atenção a esta questão, lendo esta palavra de Amos no grande contexto da Bíblia, especialmente no contexto da aliança de Deus.

 

O arrependimento de Deus explicado no contexto da Aliança

A aliança tem dois lados:

1) O arrependimento para a maldição;

2) O arrependimento para a benção;

 

Tudo o que acontece com o povo de Deus na antiguidade está no contexto da aliança que Deus fez com o patriarca Abraão. Lemos sobre isso em Gênesis 17. Deus fez uma aliança com Abraão e com toda a sua descendência. Naquela ocasião Deus prometeu que Ele seria o aliado de Abraão e de toda sua família; Deus ajudaria o seu filho, Isaque, e o neto, Jacó, e os bisnetos etc. Toda família de Abraão. Toda Israel.

Deus prometeu isso e cumpriu essa promessa, quando Israel estava no Egito. O povo estava sofrendo na casa da servidão e chorou e orou pedindo socorro. E Deus se lembrou da aliança que fez com Abraão, com Isaque e com Jacó (Êx. 2: 24); Ele viu os filhos de Israel e os ajudou. O livro de Êxodo fala sobre isso: Sobre o Êxodo do Egito, sobre a viagem no deserto, sobre a renovação da aliança no monte... Para ler mais, clique aqui.

Deus deu autoridade às profecias de Amós

Texto: Amós 1, 1

Leitura: Amós 7, 10-17

Queridos irmãos em Cristo Jesus,

Hoje vamos dar atenção às profecias de Amós. O que esse profeta tem a dizer a nós? Esta pergunta não é fácil, irmãos! Especialmente observando o profeta Amós. Ele profetizou ao povo de Israel; numa época que é completamente diferente da nossa. Tudo o que ele diz está completamente ligado com a vida daquele povo. Lendo as profecias de Amós, parece que estamos lendo uma carta antiga, que foi escrita no passado e direcionada a pessoas desconhecidas.  Lendo estas profecias, uma pessoa se sente um estrangeiro. A carta é interessante, mas parece que ela não tem nada a dizer a nós pessoalmente.

Muitas pessoas reagem assim, mas quero dizer alguma coisa sobre isso, porque esta carta não é uma carta qualquer. O autor não é uma pessoa qualquer. Ele é um profeta!! Ele não fala de si mesmo, mas traz a Palavra de Deus! De fato podemos dizer que esta carta é uma carta que Deus mandou através do profeta Amós. Quando observamos esta carta assim, ficamos mais interessados no conteúdo, porque o Deus dos profetas é também o nosso Deus!! Vamos conhecê-lo melhor quando prestarmos atenção às suas promessas e profecias.

A importância desses profetas cresce ainda mais se pensarmos nas palavras do apóstolo Pedro (1 Pe. 1, 11-12), que disse que os profetas não serviam a si mesmos, mas eles serviam a nós: o povo do Novo Testamento, a igreja. As profecias do Antigo testamento foram reveladas em primeiro lugar ao povo de Israel, mas serviam, em segundo lugar, à igreja de Cristo!

Isso não quer dizer que tudo serve diretamente para nós. Existem algumas profecias neste livro que foram claramente ditas ao povo de Israel. Pensem em Amós 5, 27, onde está escrito: “Eu... Para ler mais, clique aqui.

Nós usamos cookies!

Ao utilizar este site, você concorda que este site coloca cookies no seu dispositivo. Um cookie é um pequeno arquivo de texto que o site usa para fazer a função do website e tornar sua visita eficiente.

Clique no contrato para um site totalmente funcional ou veja os detalhes na página de detalhes antes de concordar.

Scroll To Top