Domingo 2 CdH

 P. 3: Como você conhece sua miséria?

R.: Pela lei de Deus.

 

P. 4: O que a lei de Deus exige de nós?

R.: Isso Cristo nos ensina num resumo, em Mateus 22, 37-40:

“Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois dependem toda a lei e os profetas.

 

P. 5: Você pode guardar essa lei perfeitamente?

R.: Não, não posso, porque por natureza sou inclinado a odiar a Deus e a meu próximo.

 

Texto: Mateus 4,16; Mateus 22, 37-40

Leitura: Domingo 2 CdH

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

 

Há um texto na bíblia que diz:

“o povo que vivia nas trevas viu uma grande luz; sobre os que viviam na terra da sombra da morte raiou uma luz”. (Is. 9, 1-2; Mt. 4,16).

 

Este texto é uma profecia de Isaías sobre Jesus Cristo.

Mateus usou esta profecia de Isaías para mostrar:

1) A nossa miséria,

2) A nossa salvação

Ou talvez seja melhor dizer: o nosso Salvador usou esta profecia, pois logo depois dessas palavras Mateus disse: “Daí em diante JESUS começou a pregar.

 

Jesus é a luz nas trevas; Jesus é a luz, que ilumina a nossa vida. Jesus é a luz que nos dá esperança; Jesus é a luz que nos mostra o caminho para o Reino de Deus. Uma luz é muito importante para uma pessoa que vive na escuridão. Imagine um pescador no alto mar, na escuridão. Ele não tem nada para se orientar, só as estrelas ou a luz do farol. A luz do farol lhe mostra o caminho para o porto seguro. Assim funciona a luz no nosso texto. Jesus é como um farol.

“o povo que vivia nas trevas viu uma grande luz; sobre os que viviam na terra da sombra da morte raiou uma luz” (Is. 9, 1-2; Mt. 4,16).

Então, irmãos, Cristo é essa luz. Cristo dá salvação. Assim começa o Novo Testamento. Assim começa o evangelho. E o nosso Catecismo começa assim também, irmãos. Com outras palavras, mas com a mesma mensagem. A primeira pergunta para nós, que viviam ou ainda vivem nas trevas, é essa: “Qual é o seu único conforto na vida e na morte?”. ...Para ler mais, clique aqui.

Domingo 2

 

A) O Texto do catecismo

 

Domingo  2

Pergunta 3. Como você conhece sua miséria?

Resposta: Pela lei de Deus.

Pergunta 4. O que a lei de Deus exige de nós?

  Resposta: Cristo nos ensina isso, em um resumo, em Mateus 22.37-40:

“Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.”. Este é o grande e primeiro mandamento.

O segundo, semelhante a este, é: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas”.

Pergunta 5. Você pode guardar essa lei perfeitamente?

Resposta: Não, não posso, porque por natureza sou inclinado a odiar a Deus e a meu próximo.

 

B) A Introdução;

Este domingo começa com o pressuposto de que o homem não tem um bom conhecimento de si mesmo. A sua mente é pervertida pelo pecado e a sua maneira de observar as coisas é seletiva. Os seus olhos são ruins e por causa disso ele não enxerga bem as coisas ao redor dele; ele precisa de óculos. Óculos santos com lentes puras, que o ajudam a observar bem a sua vida e o mundo ao redor dele.

Deus lhe oferece estes óculos, sendo a lei de Deus, que é santa e pura. Esta lei lhe oferece uma norma que o ajuda a avaliar as coisas que acontecem. Estes óculos lhe servem para descobrir o que falta na vida de todas as pessoas e, consequentemente, também na sua própria vida. O que nos falta é o amor. Devemos amar a Deus rigorosamente e profundamente. Mas não conseguimos. Essa é a nossa miséria.

 

C) Tema;

O domingo anterior terminou com a pergunta: o que você deve saber para viver e morrer nesse fundamento? E a resposta foi a seguinte: Primeiro, conhecer como são grandes meus pecados e minha miséria. O Domingo 2 continua na mesma linha de pensamento e começa a falar sobre a nossa miséria. Ele quer explicar como nós conseguimos conhecer a nossa miséria e por causa disso ele nos aponta para a lei de Deus. Então o tema é: como conhecer a sua miséria e a profundidade dos nossos pecados.

D) A Luz das Sagradas Escrituras;

O Catecismo, de si mesmo, já apresenta um texto bíblico para nos ajudar a conhecer a nossa miséria, sendo o resumo da lei, que encontramos em Mateus 22, 37-40. Podemos dizer que o nosso Catecismo mostra grande sabedoria, começando assim, usando esta palavra de Jesus sobre o Grande Mandamento de Deus para analisar e examinar a vida do homem. O Grande mandamento examina o coração, a alma e a mente das pessoas para descobrir os pensamentos e propósitos do nosso coração. Esta palavra é como um catalisador, que causa uma reação química e mostra logo o Ph da água que é examinada; da mesma maneira, este Grande mandamento mostrará como está a qualidade da nossa vida: se tivermos amor, sim ou não. ...Para ler mais, clique aqui.