Leitura: Zacarias 12, 10-14

                 João 19, 31-37

                  Apocalipse 1,7

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

O dia de Sexta-feira santa é um dia de grande luto para muitas pessoas que seguem o ensino da igreja de Roma. Neste dia elas não podem varrer a sua casa; não podem tomar banho, nem podem pentear os seus cabelos, ou se olhar no espelho; e não podem comer carne, mas devem seguir um tipo de jejum e comer apenas peixe. Tudo isso indica que essas pessoas estão de luto; pois quem está realmente triste, ele ou ela não tem vontade de arrumar os seus cabelos e, consequentemente, não usa o espelho; ela não precisa tomar um banho, pois não pode trabalhar neste dia, nem varrer a casa, pois é um dia de luto. Todas estas regras devem ser seguidas porque Cristo morreu.

Estes costumes são bem fortes aqui no Nordeste do Brasil, e especialmente no interior do Nordeste. Já encontrei brasileiros que não reconheceram estes costumes. Em outras partes do Brasil os católicos não vivem assim; e os protestantes também não. Para as igrejas reformadas o dia de Sexta-feira santa não é um dia de luto, mas um dia de festa. Nós chamamos este dia: a boa sexta-feira.

Nós não comemoramos só a morte de Cristo, mas também o benefício que a morte de Cristo nos traz: a salvação. O sangue de Cristo nos salva! E por causa disso consideramos esta sexta feira santa um dia bom. Não precisamos ficar tristes, mas devemos estar alegres. Fui criado assim e sempre preguei esta mensagem. Mas nesta semana eu li um texto da bíblia que pode nos deixar pensativos. O texto é a profecia de Zacarias 12, 10-14. [ Vamos ler este trecho...]. Este texto de Zacarias é uma profecia sobre o futuro. Fala sobre... Para ler mais, clique aqui.

 

T. Isaías 49, 16 

L. Isaías 49, 1-21 S. 5: 1.2.3 +5 ; Salmo 137 ; Salmo 22

 

Queridos irmãos e irmãs,

A Perseverança dos Santos é um assunto muito importante. As igrejas reformadas consideram esse assunto muito importante. Foi um dos assuntos mais importantes dos que foram tratados pelo Sínodo de Dordt, que aconteceu 400 anos atrás. Nessa doutrina se encontra o coração da doutrina da Salvação!! A Bíblia nos ensina que Deus cuida do seu povo; Ele preserva os seus santos e por causa disso podemos falar sobre a Perseverança dos Santos! Isso acontece graças a Deus!

 

O profeta Isaías falou sobre isso no capítulo 49,16, e disse: “Eis que te gravei nas palmas da minha mão, os teus muros estão continuamente diante de mim”.  Essa é a resposta do profeta Isaías ao povo. O povo estava triste e numa depressão. Jerusalém tinha sido destruída: a cidade se tornou uma ruína e os habitantes foram exilados e transportados para Babilônia. Eles estavam reclamando, e disseram (vs 14): “Iahweh me abandonou; o Senhor se esqueceu de mim!” Então, o povo não acreditava mais no poder e na preservação de Deus! Foi naquela situação que Isaías consolou os irmãos e profetizou sobre a preservação dos Santos. Vamos prestar atenção à mensagem dele.

 

ISAÍAS PROFETIZOU SOBRE A PRESERVAÇÃO DOS SANTOS

  • A LAMENTAÇÃO DO POVO DE DEUS;
  • A LÓGICA MATERNA DE DEUS;
  • A PROMESSA DAS PALMAS.

 

  1. A Lamentação do povo de Deus.

Como já disse, o povo de Deus estava longe de Jerusalém. Jerusalém foi destruída e o povo foi deportado para Babilônia. O Salmo 137 nos oferece uma impressão da situação do povo.

 

“À beira dos canais de Babilônia nos sentamos, e choramos com saudades de Sião;

Nos salgueiros que ali estavam penduramos nossas harpas.

Lá, os que nos exilaram pediam canções,

Nossos raptores queriam alegria: Cantai-nos um canto de Sião!”.... Para ler mais, clique aqui.