T.: Romanos 8, 28-39                                         

L.: CdH 21 

Queridos irmãos em Cristo Jesus,

Hoje em dia muitas pessoas não acreditam na igreja; acreditam em Cristo, mas não na igreja. A igreja não é importante, Cristo é importante. A igreja não. Existem muitas igrejas. Uma diz isso e a outra diz aquilo, e quem fala a verdade?

Muitas pessoas dizem: a verdadeira igreja de Cristo é invisível. Existem verdadeiros crentes na igreja católica, e também na Assembleia de Deus e na igreja Presbiteriana e na igreja Reformada e o total desses verdadeiros crentes á a igreja de Cristo. Nós não podemos ver esta igreja aqui na terra, porque os seus membros estão escondidos nas igrejas, mas no dia final nós vamos encontrar estes verdadeiros crentes no céu ao lado de Cristo. Então, essa igreja invisível é a verdadeira; a igreja visível é falsa; na igreja visível encontramos padres pedófilos, pastores que querem se enriquecer, pastoras que se acham profetas, presbíteros que nunca visitam o rebanho, membros que brigam e fofocam. A igreja visível é imperfeita, impura e cheia de manchas. Por causa disso muitas pessoas não acreditam na igreja. A igreja não é importante.

Muitas pessoas pensavam assim também na época da Reforma. Elas criticavam a igreja de Roma, mas não queriam reformar a igreja; e não queriam mudar de igreja. Essas pessoas ficavam na igreja romana, porque a igreja visível não é importante; o que é importante é ter Cristo no coração; ser membro da igreja invisível de Cristo. Então estes membros simpatizavam com a reforma, mas não seguiam os reformadores; elas permaneciam na igreja de Roma.

Calvino chamava essas pessoas de “Pseudo-Nicodemitas”. Elas viviam como Nicodemos, que era fariseu, mas... Para ler mais, clique aqui.