Texto: Marcos 2, 23-28

 

Queridos irmãos em Cristo Jesus,

O texto para hoje, Marcos 2, 23-28, nos mostra uma discussão entre Jesus e os Fariseus a respeito da santificação do Sábado. Os fariseus eram crentes muitos rigorosos, que exigiam uma obediência rigorosa da lei de Deus. Podemos dizer: Os Fariseus foram os guardas da lei de Deus. Eles controlavam a vida das pessoas para ver se elas viviam conforme a lei de Deus. E se alguma pessoa violasse a lei de Deus, os fariseus o visitariam para admoestá-lo. Por causa disso, eles estavam logo em cima de Jesus no momento que eles observaram que os alunos de Jesus colhiam espigas NO DIA DO SÁBADO. Os fariseus vieram a Jesus porque eles queriam proteger o quarto mandamento, que fala sobre a santificação do SÁBADO:

Lembra-te do dia de Sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra, mas o sétimo dia é o sábado do Senhor, teu Deus. Não farás nenhum trabalho”.

Então, irmãos, o sábado deve ser um dia SEM TRABALHO. É um dia especial, pois nesse dia o povo de Deus devia descansar. Prestem atenção nisso, irmãos, pois esse mandamento vale até hoje. Pode ser que o dia de descanso tenha mudado - Não mais o sábado, mas o domingo; não mais o sétimo dia da semana, mas agora o primeiro dia da semana. O dia do descanso mudou, mas o mandamento permaneceu o mesmo; e as perguntas a respeito da santificação do dia também permaneceram. Podemos trabalhar no domingo? Que tipo de trabalho é permitido e que tipo de trabalho não é?

Um das primeiras perguntas mais importantes é esta: O QUE É, DE FATO, ‘TRABALHAR’? Qualquer atividade é ‘trabalho’? Não! Se fosse assim, teríamos que ficar na cama o... Para ler mais, clique aqui.