Sermões Novo Testamento

Os nossos filhos são santificados em Jesus Cristo

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

Os sacramentos são sinais das promessas de Deus.

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

Cristo está no céu: e é lá que o paraíso está.

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

Se tiver problemas no casamento: Procure a paz

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

Primeira parte – Uma mensagem aos casais: uma vida sem sexo não é anormal

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

Sexo antes e depois do casamento: Deus é o dono do nosso corpo

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

Escândalos, tropeços, fortes e fracos na fé: O que fazer?

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

Jesus nos chama a sermos evangelistas

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

Devemos OUVIR, CRER e CONFESSAR a palavra do Senhor

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

O Espírito de Cristo nos consola na vida e na morte

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

A verdade sobre o batismo do Espírito Santo

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

Contra as festas juninas: a honra deve ser para o SENHOR, e não para os servos

Texto: 1 Coríntios 7: 14

Leitura: 1 Co 7: 1-16

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Quero começar com uma pergunta: Por que batizamos os filhos dos membros de nossa igreja? Porque eles NÃO têm pecado? Não! As crianças não são batizadas porque elas são consideradas SEM PECADOS. Então, qual é o motivo? Por que elas têm fé? As crianças são batizadas por causa da fé delas, conforme as palavras do Senhor (Mc. 16: 16): “Quem crer e for batizado será salvo”? Não, irmãos, não por causa disso, pois uma criança não tem fé, mas apesar disso, elas devem ser batizadas. Por quê? Sobre isso quero falar neste sermão. O nosso texto (1 Co. 7: 14) é muito importante neste ponto. O texto nos ensina:

OS NOSSOS FILHOS SÃO SANTIFICADOS EM JESUS CRISTO

 

O que isso significou para a congregação de Corinto?

O que isso significa para as nossas congregações hoje?

 

Bom, irmãos, para entender este texto devemos entender a situação da congregação de Corinto. Sabemos que o apóstolo Paulo instituiu várias igrejas durante as suas viagens missionárias. Uma igreja em Éfeso, outra em Roma, mais uma em Corinto e muitas mais. E cada vez ele ficava algumas semanas ou alguns meses nestas cidades para trabalhar e depois disso ele continuava a sua viagem. Procurando um lugar novo.

Ele deixou as congregações, mas o contato continuou. Pois o apóstolo escreveu regularmente cartas às congregações. E nestas cartas ele tratou da vida da congregação. A carta de Paulo aos Coríntios é deste tipo. Várias coisas são tratadas nesta carta. Coisas concretas, como neste capítulo 7, onde Paulo fala sobre vários aspectos DO CASAMENTO.

Parece que a congregação mandou uma pessoa ou uma carta com várias perguntas. E nesta carta Paulo dá resposta às perguntas. Paulo dá regras sobre o comportamento dos casais (1-7); Ele avisa aos solteiros e às viúvas (8-9). Ele repreende aquelas que são separadas (10-11) e finalmente ele trata nos versículos 12-16 o PROBLEMA DUM CASAMENTO ENTRE UMA CRENTE E UM DESCRENTE. Provavelmente se trata dum casamento que já existia antes. Duas pessoas se casaram; mas depois dum certo tempo UM DELES se tornou crente. Ela se converteu e o marido permaneceu descrente.

A pergunta que Paulo recebeu sobre este assunto foi mais ou menos assim: O que o crente deve fazer nesta situação? Pois um crente vive diferente do que um descrente; um crente deve se afastar do mundo impuro com os seus costumes errados. ...Para ler mais, clique aqui

Nós usamos cookies!

Ao utilizar este site, você concorda que este site coloca cookies no seu dispositivo. Um cookie é um pequeno arquivo de texto que o site usa para fazer a função do website e tornar sua visita eficiente.

Clique no contrato para um site totalmente funcional ou veja os detalhes na página de detalhes antes de concordar.