T. Gênesis 1, 1

L. Domingo 9 CdH

Queridos irmãos em Cristo Jesus,

“No princípio, criou Deus os céus e a terra”. Assim começa um dos documentos mais antigos do mundo.

“No princípio, criou Deus os céus e a terra”. Assim começa a nossa Bíblia, a Palavra de Deus. Ela fala de uma maneira simples sobre a criação do mundo. O início da Bíblia é muito simples e ao mesmo tempo majestoso. Quase todo mundo já ouviu essas palavras;

Quase todo mundo conhece essas palavras;

Quase todo mundo pensa que entende essas palavras...

Quase todo mundo pensa que conhece essa história da criação. Mas será que isso é verdade, irmãos? Deixe-me testar isso. Deixe-me fazer uma pergunta simples. Essa pergunta: qual foi a primeira coisa que Deus criou? A primeira coisa [prestar atenção às respostas)]! Então uma parte pensou em versículo 3 e disse: a luz! E outra parte pensou em versículo 1 e disse: os céus e a terra! A resposta correta... é..... os céus e a terra!

Mas deixe-me fazer mais um pergunta. Essa: quando Deus criou os céus, Ele criou o quê? Ele criou o firmamento, onde as aves voam? Ou o universo, onde as estrelas brilham? Ou o local onde os anjos se reúnem? O lado invisível da criação? O primeiro céu? O segundo céu? Ou o terceiro céu? Como foi? Quem sabe?

O primeiro céu não pode ser, porque o firmamento foi criado no segundo dia;

E as aves no quinto dia, então não foi o firmamento.

Não foi o primeiro céu onde a nuvens passam.

Nem foi o universo com os milhares de estrelas, porque as estrelas foram criadas no quarto dia;

Não existiam estrelas no primeiro dia; não existia a lua, nem o sol.

Então sobra o que a bíblia chama o terceiro céu: o lugar dos anjos.

“No princípio, criou Deus os céus e a terra”.

1) A criação fundamental dos céus e da terra;

2) A formação especial da terra em sete dias;

3) O objetivo principal da criação: a adoração a Deus no sétimo dia;

“No princípio, criou Deus os céus e a terra”. A Bíblia começa assim. Ela começa com o início da existência dos céus e da terra. Antes disso não houve nada....! Nada, nada, nada, se não o nosso Deus. Deus triuno: Pai, Filho e Espírito... Para ler mais, clique aqui.

T: Hebr. 11, 1-3

L: Domingo 9 CdH

 

Irmãos,

Nós vivemos num mundo onde a ciência domina as escolas. As crianças descobrem isso quando vão para escola. Elas aprendem a observar as coisas, memorizar, e usar a sua lógica para analisar as coisas. O uso da lógica é muito importante, pois assim as pessoas podem provar as coisas. No mundo as pessoas querem ver provas. Se você não puder provar a sua tese, as pessoas não acreditarão em suas palavras.

A igreja é diferente. Não é como na escola. Aqui ninguém pede provas. Ninguém pergunta: Prove que Deus existe; prove que o mundo foi criado. Mas aqui na igreja se pergunta: em que você crê? O nosso Credo Apostólico começa com esta palavra importante: CREIO. Nós cremos nas coisas que não podemos provar. Nós cremos nas coisas que não podemos ver.

 

DEUS NOS AJUDA A CRER NAS COISAS QUE NÃO PODEMOS VER.

  1. CRER SEM VER
  2. CRER E ESPERAR
  3. CRER E TER CERTEZA

 

Crer é um ato muito importante na igreja. Tem que crer, pois só assim vamos ser salvos. Quem não crê, não será salvo.  Mas o que é crer? A palavra de Deus nos ensina, em Hebreus 1, o seguinte:  A fé é uma posse antecipada do que se espera, um meio de demonstrar as realidades que não se vêem. Crer é, em primeiro lugar: ter certeza. A fé nos dá segurança. Segurança a respeito de realidades que nós não podemos ver com os nossos olhos. Segurança a respeito de realidades que nós não podemos provar.

Não posso provar que Deus existe.

Não posso provar que existem anjos.

Não posso provar que o céu e a terra foram criados por Deus.

Eu CREIO que isso aconteceu. CREIO EM DEUS PAI, TODO-PODEROSO, CRIADOR DO CÉU E DA TERRA. Eu creio, mas não posso provar. Creio, mas não vi que Deus criou os céus e a terra.

Assim posso continuar, pois todo Credo Apostólico está cheio de fatos milagrosos que não posso provar. Creio em Jesus Cristo. Ele vivia em Israel na época do governador romano Pôncio Pilatos, não posso provar isso, mas CREIO que ele é o único filho de Deus. Não vi, mas creio que foi concebido pelo Espírito Santo e nasceu da virgem Maria. Não vi, mas creio que ele foi crucificado, morto e sepultado....Para ler mais, clique aqui.

 

T: Gênesis 1

L: Domingo 9

 

Queridos irmãos em Cristo Jesus,

 

No ano de 2009, o mundo inteiro comemorou o ducentésimo aniversário de um homem que tentou derrubar a doutrina da Bíblia que diz que Deus criou a terra e tudo o que há nela em seis dias.  O nome desse homem é Charles Darwin.

Ele nasceu no dia 12 de Fevereiro, em 1809. Estudou teologia e biologia. Quando tinha 30 anos, ele fez uma viagem pelo mundo que durou cinco anos. Durante esta viagem ele colecionou fósseis e ossos de vários animais. Na sua volta à Inglaterra, ele estudou todo material que tinha colecionado e finalmente escreveu um livro sobre “A Origem de todas as Espécies”.

A ideia principal de Darwin é que a pluralidade de todas as espécies é o resultado de um longo processo. Existe uma grande biodiversidade, mas no início não era assim. Toda esta diversidade na natureza é o resultado de um processo em que houve uma evolução das espécies. A ideia mais conhecida de Darwin é sobre a origem do homem. O homem não foi criado como homem, mas o homem é descendente de um macaco, e o macaco é o descendente do sapo, e o sapo é evoluído de uma célula pequena.

Este teoria do Evolucionismo não conta com a existência de Deus. Deus não existe.

A grande maioria dos cientistas acredita nessa ideia de Darwin e em quase todas as escolas públicas e em todas as universidades, os professores ensinam a teoria da evolução do homem. Então, foi este homem, Charles Darwin, que lançou aquela filosofia do Evolucionismo. .

A primeira reação da igreja foi forte. Ela recusou fortemente essa teoria de Darwin e apontou....Para ler mais, clique aqui.