Leitura: Domingo 34a

Texto: 1 Cor. 5,9-12 & 1 Cor. 6, 9-11

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

A maioria das pessoas tem o bom costume de lavar as mãos antes de comer; os judeus tinham este costume, mas outras culturas também. Aqui também as mães perguntam os seus filhos antes do jantar: “Já lavou as suas mãos?”. E quando vamos para um jantar oficial, num restaurante, temos o costume de não somente lavar as nossas mãos, mas de tomar um banho e de colocar perfume, pois o que as pessoas vão pensar se você aparece com as roupas sujas, com manchas de óleo, e com mãos imundas? O que as pessoas vão pensar?

Imagine que você recebe um convite do prefeito ou do presidente. Como você iria para esta festa? Com certeza ninguém aqui iria de camisa esportiva e sandálias. Todos quereriam ir bem vestidos. Então, irmãos, eu acho que cada um aqui presente vai se apresentar bem, se participar de tal jantar. Especialmente se vamos visitar uma pessoa importante. Nós nos limpamos e usamos um sabonete perfumado, para não incomodar outras pessoas. E como seria, irmãos, se fôssemos encontrar Jesus Cristo? O Cristo glorificado que se apresenta em Ap. 1, 13-15. Imagina que ele estaria presente hoje. Nesta santa ceia. O que Ele ia pensar de nós. Vocês pensaram nisso? Se prepararam para isso? Vocês se examinaram bem antes de vim para a igreja? Talvez tomaram um banho? Talvez colocaram um perfume, para se apresentar bem. Muitas vezes nos preparamos bem no exterior, mas como está o nosso interior?

A bíblia nos ensina que o povo devia se santificar quando havia um encontro com Deus. Lemos sobre isso em Êxodo 19, 10-15. O povo devia se santificar. Lavar as suas roupas; e ficar numa distância. Eles não podiam se aproximar por ...Para ler mais, clique aqui.

 

 

Texto: Juízes 15, 9-20         

Leitura: Hebreus 11, 32             

                                            

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

As crianças gostam muito de ouvir sobre a história de Sansão. Ele age como aqueles heróis da televisão. Sansão é um super homem com grande poder. Ele matou um leão com as suas mãos; quebrou as cordas, novas, como se fossem fios de linho queimados ao fogo; matou 1000 homens com a queixa de um jumento; levantou as portas enormes de uma cidade e colocou-as no topo de uma montanha; ele é um guerreiro, que impressiona por causa do seu poder.

Mas ele é um bom exemplo para os nossos filhos? Os nossos filhos devem seguir o exemplo dele? Também moralmente? Ele se casou com uma mulher descrente; matou muitas pessoas descrentes; destruiu a ceifa de trigo; visitava as prostitutas. Este homem é um bom exemplo? Como devemos avaliar a vida dele?

Sansão é um exemplo para nós?

Vamos observar:

  1. A força de Sansão;
  2. A sua fraqueza;
  3. Sua .

A força.

Falando sobre a vida de Sansão podemos facilmente nos enganar, observando somente o lado humano deste homem. Ele é um homem com grandes poderes e com paixões intensas. Se tal homem vivesse em nossa igreja, ele provavelmente seria disciplinado, baseado no sexto mandamento (não matarás) e no sétimo mandamento (não adulterarás).  Mas não devemos esquecer que tudo isso estava num contexto; pois devemos observar, também, o outro lado da vida dele. O lado divino. Pois foi Deus que estava ativo e Ele usou Sansão. Isso já ficou claro no período antes do seu nascimento. Pois o nascimento dele foi um milagre. Quer dizer: uma coisa sobrenatural, que foi ...Para ler mais, clique aqui.