T: João 1, 18

L: Domingo 8 CdH H. 24

 

Queridos irmãos em Cristo Jesus,

 

Acabamos de ler os artigos 8 e 9 da nossa Confissão Belga. Esses artigos falam sobre a Trindade de Deus: um só Deus, três pessoas. Artigo oito nos ensina que devemos tomar cuidado quando falamos sobre a trindade; e art. 9 nos ensina o testemunho das Escrituras sobre a trindade. Os dois artigos juntos já servem como um sermão. Então, o que ainda posso dizer para completar as palavras da nossa confissão?

Devemos saber mais sobre Deus? Podemos saber mais sobre Ele? A própria confissão diz: E, embora essa doutrina ultrapasse o entendimento humano, cremos nela baseados na Palavra e esperamos desfrutar de seu pleno conhecimento e fruto no céu.

Prestem atenção nisso, irmãos: essa doutrina ultrapassa o entendimento humano! É bom observar isso! Nós podemos observar as coisas deste mundo e tentar analisá-las, tentar entender como elas funcionam, mas o nosso Deus não é um objeto que podemos observar e analisar. Ninguém jamais viu a Deus, o Filho unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou, disse João. Nós não podemos comparar Deus com ninguém.

O profeta Isaías disse: “Com quem comparareis a Deus? Ou que coisa semelhante confrontareis com ele? Grande é o Senhor e mui digno de ser louvado; a sua grandeza é insondável!”

“Deus é grande e não o podemos compreender, disse Eliú a Jó (Jó 36,26). Deus ultrapassa o entendimento humano. Ele é sempre maior. Ele é Deus.

Isso não quer dizer que é impossível conhecer Deus, mas o nosso conhecimento tem limites. O nosso conhecimento é um dom de Deus. O nosso conhecimento é baseado na Revelação de Deus. Deus só pode ser conhecido por Deus mesmo. O nosso conhecimento vem...Para ler mais, clique aqui.

 

 

Domingo 8 CdH

 P. 24: Por que você fala de três Pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo, visto que há um só Deus?

R.: Porque Deus se revelou em sua Palavra de tal maneira que essas três Pessoas distintas são o único, verdadeiro e eterno Deus.

 

 

Leitura: Domingo 8                              

Texto: João 14, 1-20                           

 

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

 

Quem é Deus para você? Deus está perto ou longe de você? Para muitas pessoas Deus está muito longe. Ele é um Deus desconhecido. Ele está numa grande distância de nós. Assim pensam as pessoas que se afastaram de Deus. Mas há também crentes que pensam assim. Eles sentem uma distância entre Deus e eles; esta distância existe desde a criação do mundo.

Deus criou uma distância... no momento que ele criou o homem. Esta distância é a distância entre o Criador e a sua criatura. Deus não é como uma criatura. Ele é diferente; não é um homem. Deus tem características que nós não temos e por isso também não entendemos bem.  Pois Deus é eterno, incompreensível, invisível, imutável, infinito e todo poderoso. São características que nós não temos; e por causa destas características incomunicáveis sentimos uma distância.

A mesma distância que Israel sentiu, quando Deus se aproximou e desceu no monte Sinai. O povo ficou numa distância e só Moisés subiu para encontrar Deus. Moisés subiu e ficou lá mais do que um mês. E o povo esperava e esperava. E cada dia eles sentiam mais a distância entre eles e Deus. Então, eles começaram a murmurar: Onde está Moisés? Onde está o nosso Deus? Eles não gostaram da idéia que Deus estava distante deles. Eles queriam ver Deus. E por isso eles criaram uma estátua de ouro pensando que assim Deus estaria mais perto deles.

Então, irmãos, existe uma distância entre Deus e os homens. E...Para ler mais, clique aqui.

T: Mateus 16, 13-20

L: Domingo 13 CdH

             

Acabamos de ler a história do retiro de Jesus na região de Cesárea de Filipe; uma região alta ao norte de Israel. Um lugar afastado onde ele podia ficar com os seus discípulos sem ser atrapalhado pela multidão que estava o seguindo. Era um retiro, um momento em que ele podia falar calmamente com os seus discípulos.

Um momento para refletir. E, naquele momento, Jesus lhes perguntou: “Quem o povo diz que o Filho do Homem é?”. E, um pouco depois disso, ele disse: “E vocês? Quem vocês dizem que eu sou?

Essa pergunta parece um pouco estranha. Especialmente para aqueles que já conhecem Jesus. Todos os domingos ouvimos falar sobre Jesus Cristo, e todos os domingos nós confessamos: “creio em Jesus Cristo”.

Quem é Jesus? A resposta é clara: Jesus... é JESUS: o Salvador. O Cristo, que foi prometido por Deus. Toda criança que estuda numa escola cristã pode responder esta pergunta.

Será que é tão simples, irmãos?! Talvez vocês não tenham dificuldades com esta pergunta, mas na época de Jesus a situação não era tão simples. Olhem, por exemplo, para João Batista: um grande profeta, que anunciou a vinda do Cristo; mas quando ele estava na cadeia e ouviu sobre Jesus, ele mandou os seus alunos a ele com esta pergunta (Mt. 11, 2-3): “O Senhor é aquele que ia chegar ou devemos esperar outro?”. Em outras palavras: O Senhor é realmente o Cristo que os profetas anunciaram, ou fizemos um erro e devemos ainda esperar a vinda do Salvador? O fato de que Jesus é o Cristo, o Salvador, não era tão claro para todo mundo. Isso é claro para os crentes, mas para os descrentes não. Tem que se CRER nisso. Isso faz parte da nossa FÉ. E uma ...Para ler mais, clique aqui.