Domingo 16 CdH

P. 43. Que importância têm, para nós, o sacrifício e a morte de Cristo na cruz?

R. Pelo poder de Cristo, nosso velho homem é crucificado, morto e sepultado com ele, para que os maus desejos da carne não mais nos dominem, mas que nos ofereçamos a ele como sacrifício de gratidão.

Texto: Domingo 16 CdH
Leitura: Rm. 6, 1-14

Queridos irmãos em Jesus Cristo,

Hoje de manha celebramos a santa ceia e comemoramos a morte de Cristo. A morte de Cristo é apenas um fato histórico para muitas pessoas. Alguma coisa que aconteceu num outro país, numa outra cultura, e numa época muito distante daqui. Muitas pessoas sabem que Jesus morreu, mas isso não está influenciando a vida delas. Porque o que aconteceu, aconteceu. Elas não falam mais sobre isso. O assunto morreu.

Assim as pessoas reagem, muitas vezes, depois de um enterro comum; depois disso as pessoas dizem: Acabou! Não podemos mudar o que aconteceu. Devemos continuar, pois a vida continua. E isso é verdade. A vida continua. Também para as pessoas que ficaram atrás. A vida continua, mas não da mesma maneira, pois a vida mudou. Quando o seu marido, ou a sua patroa, ou a sua mãe falece, a vida continua, mas de uma outra maneira do que antigamente. Pois a viúva fica sozinha, a empregada fica sem trabalho, e os filhos ficam sem mãe. Eles devem continuar, mas a vida mudou e muitas vezes esta mudança não é fácil.

Podemos fingir que nada aconteceu, mas assim essas pessoas fogem da realidade. Quem fala assim, dizendo: “Acabou. Devemos continuar. A vida continua”, ele ou ela não entende ou não quer saber das consequências da morte de uma pessoa. Isso vale também para nós, quando falamos sobre a morte de Cristo. Quem diz ... Para ler mais, clique aqui.