Skip to content

Berichten getagd ‘Amor de Cristo’

O amor de Cristo é o sal da nossa vida

Texto: João 15: 18-25           

 

Queridos irmãos em Cristo,

Vocês sabiam que o Evangelho de João foi um dos últimos livros do Novo Testamento? O apóstolo João foi o último apóstolo que morreu. Ele ficou muito velho. Tão velho, que as pessoas pensavam que o apóstolo João não ia morrer.

No fim do evangelho lemos uma informação sobre isso (João 21: 23), dizendo que se tornou corrente entre os irmãos o dito de Jesus que aquele discípulo não morreria; mas Jesus não tinha dito isso; ele dissera: “Se eu quero que ele permaneça até que eu venha, que te importa?” João mesmo fala sobre isso e refuta a ideia da sua imortalidade. Mas ele ficou muito velho.

João era o único apóstolo que conhecia a história da igreja do primeiro século. Ele conhecia a história de Jesus, a ressurreição e como Jesus subiu ao céu. João estava lá em Jerusalém quando o Espírito Santo desceu no dia de Pentecostes. Ele encontrou Paulo e ouviu sobre as suas viagens missionárias; viu a igreja crescer, mas experimentou também as perseguições que vieram depois. As perseguições pelos Judeus, em Jerusalém e em vários outros lugares. A resistência dos Judeus contra o evangelho de Jesus Cristo. Como eles expulsaram os apóstolos das sinagogas. Talvez ele tenha visto como Estevão foi apedrejado pelos Judeus; e como o Rei Herodes assassinou o seu irmão Tiago (Atos 12) e perseguiu a Pedro. A igreja foi espalhada pelo mundo inteiro.

E depois das perseguições dos Judeus, chegaram às perseguições dos Romanos. Com certeza João ouviu as historias horríveis de Pedro e Paulo, que morreram em Roma. Pedro foi crucificado e queimado e Paulo morreu pela espada. Eles pegaram João também e o condenaram a exílio na ilha de Patmos onde João teve as suas...Para ler mais, clique aqui.

A comunhão com Cristo leva a uma vida frutífera na igreja

T: João 15: 1-8

 

Queridos irmãos em Cristo Jesus,

 

Introdução da parábola;

O Capítulo 15 do Evangelho de João é um dos textos bonitos na Bíblia que explica muito bem como somos unidos com Jesus Cristo em amor fraternal, como membros de um só corpo; e como devemos mostrar este amor uns aos outros.

Jesus Cristo mesmo explicou isso aos seus discípulos. Ele usou o exemplo de uma videira e disse: “Eu sou a verdadeira videira. [-] Eu sou a videira e vós os ramos. Aquele que permanece em mim e eu nele produz muito fruto; porque, sem mim, nada podeis fazer”. Como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim”.

            O exemplo que Jesus usa é simples e poderoso. É bem claro o que ele quer dizer.  A nossa vida eclesiástica só existe em comunhão com ele; e somente podemos produzir frutos em comunhão com ele. A parábola da videira serve para explicar o mistério da comunhão com Cristo e do sucesso da igreja  Jesus mesmo disse em vs. 13: “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida por seus amigos”.  Cristo fez isso. Ele nos mostrou o amor dele. E ele quer que sejamos afetados pelo amor dele. O amor de Cristo deve dominar a nossa vida; O amor de Cristo deve governar os nossos atos; O amor de Cristo deve produzir frutos na nossa vida. Frutos de amor. A uva está cheia do líquido que vem da videira; da mesma maneira o cristão está cheio do amor, que vem de Cristo.

Agora, como já disse, a parábola da videira explica o sucesso da igreja. Uma igreja que vive em comunhão com Cristo de acordo com o exemplo...Para ler mais, clique aqui.

Nós usamos cookies!

Ao utilizar este site, você concorda que este site coloca cookies no seu dispositivo. Um cookie é um pequeno arquivo de texto que o site usa para fazer a função do website e tornar sua visita eficiente.

Clique no contrato para um site totalmente funcional ou veja os detalhes na página de detalhes antes de concordar.

Scroll To Top